Por que Le Robert integrou a palavra “iel” em seu dicionário on-line?

Caras leitoras, caros leitores,

Após a inserção, há algumas semanas, da palavra “iel”[i] em nosso dicionário Dico online Le Robert (https://dictionary.lerobert.com/definition/iel), um debate animado, escolhido por alguns meios de comunicação e por figuras políticas, está alimentando as redes sociais.

Se a maioria de vocês expressou satisfação em ver essa palavra aparecer no dicionário Le Robert, outros se mostraram surpresos, senão indignados. Sejamos positivos: que a polêmica em torno da nossa língua, sua evolução e seus usos, às vezes pode ser viva, às vezes acalorada, não é novidade; podemos até vê-la como um excelente sinal de sua vitalidade.

No entanto, gostaríamos de especificar aqui por quê integramos esta palavra no Dico on-line Le Robert e esclarecer sobre os critérios e circuitos de tomada de decisão que regem a inclusão de uma palavra em um dicionário Le Robert.

Nos últimos meses, os bibliotecários de Le Robert notaram um uso crescente da palavra “iel”. A frequência de uso de uma palavra é estudada por meio da análise estatística de grandes corpora de textos, extraídos de fontes diversas. É esta vigilância constante que nos permite detectar o surgimento de novas palavras, frases, significados etc.

A palavra “iel” foi discutida no início de outubro no comitê editorial Le Robert. Ao final do debate foi decidido incluí-la em nosso dicionário on-line: se seu uso ainda é relativamente baixo (o que sublinhamos no verbete com a marca “rara”), vem crescendo fortemente há vários meses. Além disso, o significado da palavra “iel” não pode ser compreendido apenas pela sua leitura – no jargão dos lexicógrafos, diz-se que não é “transparente” -, e pareceu-nos útil especificar o seu significado para aquelas e aqueles que passam por essa palavra, quer queiram usá-la ou, ao contrário, rejeitá-la.

É útil lembrar que Le Robert, como todos os dicionários, inclui muitas palavras que transmitem ideias, presentes ou passadas, de tendências sociais etc.? Obviamente, isso não significa assentimento ou adesão ao significado veiculado por essas palavras. Colocado de forma mais clara: esta não é uma questão para os nossos lexicógrafos. A missão do Robert é observar e relatar a evolução de uma língua francesa em movimento, diversificada e dar conta disso. Definir as palavras que dizem sobre o mundo é ajudar a entendê-lo melhor.

Charles Bimbenet

Diretor Geral das Éditions Le Robert

17/11/2021

Texto disponível em: <https://dictionnaire.lerobert.com/dis-moi-robert/raconte-moi-robert/mot-jour/pourquoi-le-robert-a-t-il-integre-le-mot-iel-dans-son-dictionnaire-en-ligne.html?fbclid=IwAR1kYNAhxQ7T51rnjnvBSFsk-3cFfPJOV0v87W7PX_nFADo1eTMUSjmMEtQ&gt;.

Tradução: Luiz Morando.


[i] O verbete Iel, iels ficou assim:

Rara. Pronome pessoa sujeito da terceira pessoa do singular e do plural, empregado para evocar uma pessoa qualquer que seja seu gênero. O uso do pronome iel na comunicação inclusiva. – ESCREVE-SE TAMBÉM ielle, ielles.

Na língua francesa, na gramática normativa, o pronome sujeito masculino de terceira pessoa do singular é ‘il’ e feminino é ‘elle’. A forma neutra criada funde aqueles dois pronomes: ‘iel’.

Na língua portuguesa falada no Brasil, foi criada (apensar de ainda não dicionarizada) a forma elu, podendo ocorrer também a forma ilu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s